Voo Rasante

terça-feira, maio 16, 2006

ALFA ROMEO 2300 - TURISMO INTERNACIONAL BRASILEIRO

Inovador em muitos detalhes, a frente do seu tempo e um desconhecido de muitos Brasileiros, ele é um ícone da indústria automobilística nacional, mas pouco reconhecido devido a pouca leitura de muitos que se dizem amantes do automóvel e alguns que se intitulam antigomobilistas.
Alfetta Italiano: o projeto inspirador do Alfa 2300

Em 1974 em tempos de chumbo, e ao som de Rock dos clássicos Led Zepelin, Deep Purple e muitos outros, um Brasileiro com sotaque Italiano discretamente chega ao mercado nacional como miscigenação de raças ele é fruto da bi nacionalidade de um projeto sem precedestes no Brasil.

Era e ainda é a inegável associação da marca à grandes marcas de luxo.

Nasce o Alfa Romeo 2300. Este automóvel, foi projetado levando como base um projeto Italiano que é o Alfetta, porém, algumas mudanças no projeto, permeavam os critérios de suas engenharia, com características de um novo mercado que não era basicamente o Europeu, e sim o Brasil.

Pessoas comuns, não compram Alfa Romeo.

Como ao final da década de 60 e início da década de 70, alguns grandes lançamentos no mercado Brasileiro estavam fazendo sucesso, em um país que estava vivendo o milagre do crescimento, sería necessário que este novo Alfa, fosse um pouco mais “encorpado” que o Alfetta, para fazer frente aos Galaxie/Landau, Opala e Linha Dodge Dart. O espaço interno do Alfa 2300 só perdia para a dupla dinâmica da Ford, que eram os especiais Galaxie/Landau, porém sua configuração de cabine era totalmente ao estilo Europeu.

Em 1980, existiam duas versões: a 2300 SL e Ti4.

Projetado por Italianos com participação de especialistas Brasileiros da Alfa Romeo /FNM do Rio de Janiero, nasce um projeto para o mercado nacional, que foi tão inovador, que a maioria das soluções trazidas por ele, só vieram aparecer no final da década de 80 e início da década de 90. Isso não tem precedente no Brasil, de um projeto que fosse tão inovador e por tanto tempo.

Este não era mais um carrinho com um desenho inovador e sim uma nova concepção em automóvel, que o distanciava da sua concorrência em pelo menos 15 anos de projeto e além disso antecipou tecnologias de 20 anos a frente no Brasil. Existe o mercado automotivo antes e depois do Alfa Romeo 2300, isto só para balizar quando fala-se em tecnologia.

Derradeira propaganda da última versão: tecnologia e classe com um estilo levemente renovado.

Uma tecnologia a parte, era o motor de 4 cilindros, 2.300 cilindradas (2.3) dois cabeçotes fundido em alumínio.(inovação que só apareceu muitos anos depois aqui) e com uma potência de 149cv (na versão Ti-4) ele era um prodígio de rendimento. Só para ter um parâmetro, o motor do Opala, que tinha a medida interna de 2.500 cilindradas (2.5) rendia 78 cv.

Com uma traseira alta e imponente, ele foi alvo de críticas dos especialistas da época que reclamavam daquela traseira alta, porque o comum na época eram as traseiras de desenho baixo, mas todos tiveram que engolir as críticas quando alguns anos depois todas as novas tendências automotivas apontavam para carros com traseira alta, e os primeiros a inaugurarem esta nova tendência, foram o VW Santana, e GM Monza Sedã. 10 anos após o lançamento do Alfa 2300. A imponente traseira alta que criou a tendência que está até nos dias de hoje. Inovação radical em seu tempo.

Embreagem hidráulica, direção hidráulica progressiva, carroceria com deformação programada, o chamado “conceito de célula de sobrevivência”, regulagem de altura do volante, abertura elétrica do porta malas e tampa de abastecimento, cinto de segurança de 3 pontos para todos os ocupantes, estofamento com proteção contra incêndio, e outras pequenas novidades, são coisas que o Brasileiro só começou a ver nos “outros” carro mais de 10 anos depois e ainda gradativamente.

Um carro com história, era uma propaganda dirigida para poucos.

Diante de tanta novidade em um só produto alguém depois de ler um pouquinho do que escrevi ainda tem dúvida de quem foi o mais moderno carro já produzido no Brasil em seu tempo? Se tiver eu conto mais algumas novidades.

Só os conhecedores mais aprofundados, sabem diferir uma verdadeira jóia de uma bijuteria com preços similares.

Esta é a Elvira, uma Alfa Heavy Metal, que fugiu às regras com seu preto fosco e suspenção rebaixada. Obra de um Alfista que queria ver uma Alfa 2300 com um estilo mais radical.

Já ia me esquecendo de uma coisa muito importante: ele foi o primeiro carro com freio a disco nas 4 rodas e ventilado, coisa que só chegou nos “outros carros de série” só em 1991 com Opala Diplomata.


Saudações Alfistas
Esdras Siqueira Franco

5 Comments:

  • Engraçado como seu artigo soou como musica para meus ouvidos. Vendo tantos Alfas em sua garagem me lembro da minha infância/Juventude. Me lembro claramente em 1976 a compra do primeiro Alfa pelo meu pai. Um carro que vinha com toca fitas de antena retrátil (total inovação pra época). Depois daquela data foram mais 4 Alfas. Um 1978 (estofado em vinil bege, lindo). Dois 1981 e 1982 Ti4 (150CV, 2 carburadores weber 40) e um 164 V6 24V que está até hoje com minha mãe como carro de uso urbano. Estou nesse momento fazendo uma recuperação completa nele. Ainda é possível achar todas as peças então vamos mantendo. É uma joia mesmo que o mercado não reconheçe. Não tenho o meu próprio Alfa, pois o orcamento não permite, mas consertar o 164 é reviver todo esse passado. Quando saio de meu carro e entro no Alfa me transporto. Não apenas na vivencia que tive ao longo desses anos, mas também no conforto, emoção, firmeza e prazer ao dirigir que pouquissimos carros coseguem proporcionar e o Alfa Romeo é um deles.

    Parabens pela página.

    Fabio

    By Anonymous Fabio santelli, at seg jul 17, 07:51:00 PM  

  • Caro Fabio,

    Primeiramente, agradeço a visita.
    Alfa Romeo é arte sobre rodas, e não são todas as pessoas que sabem diferenciar, joia de bijuteria, e pelo visto você sabe apreciar uma verdadeira joia.

    Grande abraço Alfista
    Esdras

    By Blogger Esdras, at seg jul 17, 10:54:00 PM  

  • Quem é o dono da Elvira? Gostaria de ter fotos grandes dela..

    By Blogger Alex, at ter mai 03, 11:13:00 PM  

  • Olá Alex,

    A Elvira continua na ativa sim, com outro colega do grupo Alfa Romeo BR. Só não tenho fotos dela aqui.

    By Blogger Esdras, at qua mai 04, 08:00:00 AM  

  • Tenho uma Alfa 164 24v sou o segundo dono e aos poucos vou acertando ela. É um carro maravilhoso.

    By Blogger Heinrich Borgert, at qua jun 15, 04:02:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home